REGIÃO DO CARIRI TERÁ ESPECIALIZAÇÃO EM CULTURA POPULAR, ARTE E EDUCAÇÃO NO CAMPO

November 14, 2013

 

A especialização em Cultura Popular, Arte e Educação do Campo tem como objetivo formar 50 especialistas capazes de desenvolver uma análise crítica sobre a realidade cultural em que trabalham. Em conformidade com a chamada CNPq/MDA-INCRA nº 26, este projeto tem como foco questões teóricas, metodológicas e de cunho prático, que contribuam para a compreensão crítica da realidade do campo. Os candidatos terão que ter alguma relação prática com os assentamentos rurais, sejam dependentes de assentados(as) ou professores(as), educadores(as) e técnicos(as).

O curso terá carga horaria de 368 horas, com duração de 14 meses, sendo os encontros presenciais uma vez por mês. Com base na Pedagogia da Alternância as aulas são previstas dentro das Universidades Federais do Cariri e do Ceará e em assentamentos rurais do estado do Ceará. 


A carga horária do curso será dividida em 14 etapas de tempo universidade e 14 etapas de tempo comunidade, quando os educandos desenvolverão suas pesquisas nos assentamentos de Reforma Agrária. Para desconstruir a ideia tradicional de transmissão de conteúdos e ir além da relação entre professor e aluno, o curso intenta conectar, de forma lógica, a teoria com a realidade dos assentamentos e das famílias. As disciplinas se dividem em Eixos Temáticos, os quais os educandos deverão optar para se

aprofundar ao longo do curso: Musicalização, Teatro Brincante, Danças Populares e Comunicação.

 

O início das aulas da 1° etapa será nos dias 28, 29 e 30 de Novembro.


O curso é realizado pela Universidade Federal do Cariri, em parceria com o Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) e da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Ceará (Fetraece).

Please reload

Destaques

Intercâmbio entre instituições proporciona troca de saberes

October 1, 2019

1/10
Please reload

Notícias Recentes

June 7, 2019

Please reload

Arquivos