ASA celebra 20 anos de afetos no semiárido


Esta semana no dia 26 a Articulação do Semiárido Brasileiro celebrou seus 20 anos de existência. O evento foi realizado na cidade do Recife – CE. Aos participantes coube a missão de refletir o que significava para cada um/a ali presente qual o significado desta rede em suas vidas e para o povo do semiárido.


Cerca de 130 pessoas participaram deste momento reflexivo e comemorativo, representações de todos os estados que compõem esta rede, do estado de Minas Gerais ao Maranhão. A animação e facilitação do evento foi feito por Alexandre Merren. Foram realizadas duas rodas de conversas.


Na primeira roda contamos com a participação de Roberto Marinho, professor e pesquisador da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Da assentada da reforma agrária, agricultora e sindicalista da região da Borborema no agreste Paraíbano, Roselita Victor. E a participação de Neidson Baptista, integrante da Coordenação Executiva da ASA Brasil e ASA Bahia.


Cada fala desta roda nos trouxe elementos importantes que fortaleciam nossa reflexão do quão importante foi à atuação desta rede composta por cada instituição ali representada e tantas outras. Da fala do professor com os dados estatísticos que dimensionaram os avanços que as tecnologias sociais e todo o acompanhamento técnico e humano de cada instituição envolvida no processo de construção de cisternas.


Na fala da agricultora a transformação de vida e os ganhos que cada um e cada uma tiveram em fazer parte de rede, toda a afetividade que nela está envolvida. Ela ainda reforçou que “encarar como princípio a luta contra a violência que as mulheres rurais enfrentam todos os dias”, conclui. Ressaltou a luta dos povo negro, LGBTs e dos jovens.


O representante da ASA destacou os números dos programas, destacou a importância de cada um deles. Desde a cisterna de 16.000 L ao programa de sementes. Pontuando aspectos importantes que trouxeram mudança no cenário do semiárido, com famílias que passaram a estocar água e mudaram suas vidas.


Na mesa da tarde foram apresentadas reflexões e considerações importantes, com o tema ASA+20, levando cada um e cada uma em pensar qual seria o rumo da rede daqui pra frente. A mesa foi composta por Silvio Santana da Fundação Esquel Brasil Aerton Paiva, da Apel, consultoria que atua na área de investimentos privados na área social, da militante e líder do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Rafaela Alves, e mediação de Valquíria Lima, também da coordenação executiva da ASA Brasil.


O dia foi encerrado com uma festança à noite, com animação e alegria. Momento de partilha, de afeto e alegria.


O estado do Ceará contou com a participação de 09 representantes, um por cada microrregião, de seus fóruns regionais. Do Cariri me coube representar o território e a ACB.

“Tenho gratidão de ter feito parte de parte desta caminhada da ASA. Poder dividir momentos de muita partilha e afeto. A ASA me deu de presente um encontro entre ser profissional e ser humana, conhecer de perto a realidade do povo do semiárido. Tive a oportunidade, que a Associação Cristã de Base pode me proporcionar ao trabalhar em várias funções dos programas da ASA. Delas a que mais me identifiquei e me trouxe muitas boas emoções foi a de Comunicadora Popular. Agradeço pelo presente tanto a ASA como a ACB, que este afeto enlaçado continue por +20 anos!”, diz Nelzilane Oliveira, representante da ACB.



Confira mais fotos:



Destaques
Notícias Recentes
Arquivos

Entre em contato:
(88) 3521-3005

Encontre-nos:

Rua dos Cariris, 61 - Crato,CE