EXPROAF 2018 reúne agricultores (as) de 28 municípios do Cariri

  Essa foi a 18ª edição da Exposição dos Produtos da Agricultura Familiar do Cariri, realizada em Crato-CE.

 

  A abertura da EXPROAF aconteceu na noite do feriado de Corpus Cristi (31). Os produtos permaneceram sendo comercializados até domingo(03), na conhecida praça da RFFSA. A Feira, que reuniu agricultores e agricultoras de 28 municípios da região caririense, teve como objetivo Comercializar e mostrar a riqueza dos produtos advindos da agricultura familiar.

 

  Na edição deste ano, os expositores relataram que as vendas superaram as expectativas em relação a anos anteriores, graças ao bom inverno e a mudança no local de realização. “A mudança foi positiva, o parque tinha uma boa estrutura, mas aqui é um lugar central que todos estão gostando, inclusive pedindo que se repita novamente a feira aqui na praça da RFFSA”, disse Joathan Magalhães, coordenador da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (FETRAECE).

 

  A simplicidade característica do perfil dos agricultores e agricultoras, deram ao ambiente um ar harmônico e incrivelmente acolhedor. Ao som de músicas que representavam a cultura local, os feirantes a todo instante irradiavam em seu semblante um sorriso satisfatório, após a venda de cada produto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  “Meus produtos são muito reconhecidos e valorizados, por causa do lugar onde a gente trabalha e por não usar agrotóxicos”, relatou a feirante Maria Augustinho. Ela contou também que a feira contribuiu para além de sua renda, representando um espaço de formação. Ainda, destacou que ao chegar no local se sentiu contemplada com a diversidade das culturas e dos produtos.

 

  A diversidade dos artesanatos chamou atenção dos clientes. Outro fator que também despertou o interesse dos consumidores foi a oportunidade de ver os alguns objetos sendo produzidos ali mesmo, de forma simples e delicada. Destacaram-se entre os artesãos, por exemplo, as Fuxiqueiras da Chapada do Baixio das Palmeiras.

 

  Além da comercialização dos produtos, A EXPROAF também realizou seminários, oficinas e apresentações culturais ao longo da programação de todos os dias. Como de costume, os expositores chegaram ao fim da feira planejando ansiosamente a próxima EXPROAF, com desejo de um próspero inverno para que as vendas superem mais uma vez as expectativas.

A matéria foi realizada em parceria com duas jovens do Assentamento 10 de Abril, elas fazem parte do grupo de jovens da comunidade e são Comunicadoras Populares. Bruna e Susana redigiram o texto e as fotografias. A matéria foi compartilhada no site em que o próprio grupo administra no site A Voz da Juventude. Disponível em :

https://www.avozdajuventude.org/

  A ACB foi uma das instituições organizadoras do evento e articuladora de expositores/as. As Feiras Agroecológicas das cidades de Crato, Nova Olinda e Santana do Cariri fizeram o empréstimo de suas barracas para parte dos expositores/as. Foram mobilizados 30 expositores/as advindos de vários municípios da região. 

 Ao todo foram mais de 200 expositores/as, a variedade dos produtos foi o que chamou atenção nesta edição da feira "Foi a maior feira dos últimos anos. Foram muitos produtos, hortaliças e frutos da região. O número de feirantes também foi algo que nos surpreendeu", relatou Maria Socorro, Coord. de Desenvolvimento Metodológico e Educacional da ACB. 

  Outro espaço de visitação que a ACB nos últimos anos têm garantido na feira é um estande permanente nos dias da feira, espaço que aproxima as entidades parceiras. "O estande nos trouxe um clima amistoso, além dos consumidores que nos visitam e conhecem o nosso jeito de fazer as nossas ações", afirma Maria Socorro. 

  Outro momento que merece destaque foi a Oficina de temperos e condimentos, esta foi realizada em parceria com UFCA. "A oficina além de ensinar a fazer os temperos, aproveitou os produtos da horta sem agrotóxicos foi importante a fala da Prof. Maria Ines sobre a saúde e higienização dos alimentos e da embalagens e do próprio corpo", relatou Maria Tereza, uma das facilitadoras e técnica da e técnica da ACB. 

 

Foto Mine Machado. Disponível em: https://www.facebook.com/photo.phpfbid=10208923607126226&set=a.10200843621971647.1073741825.1796986203&type=3&theater

 

Edição de texto e diagramação: Nelzilane Oliveira 

 

Confira mais fotos:

 

 

 

 

 

Please reload

Destaques

Intercâmbio entre instituições proporciona troca de saberes

October 1, 2019

1/10
Please reload

Notícias Recentes

June 7, 2019

December 7, 2018

December 5, 2018

Please reload

Arquivos