Mulheres de Fibra

December 5, 2018

Há quinze anos o Sistema Fecomércio-CE, unidade Crato, em valorização e reconhecimento às mulheres que desenvolveram trabalhos nas comunidade do Crato e Cariri realiza a entrega da comanda Mulheres de Fibra. A entrega do prêmio foi realizada no Teatro Sesc Adalberto Vamozi na noite de ontem, 04 de dezembro, às 18h30.

Foto: Maria do Socorro Silva e Alda Ferreira Andrade

 

Nesta 15ª edição a ACB indicou Maria do Socorro Silva, Coordenadora de Desenvolvimento Metodológico e Educacional da ACB. Uma das fundadoras da instituição, com uma história de vida de luta e resistência. Filha de agricultores, cresceu em uma comunidade pobre, conseguiu vencer os obstáculos que vida lhe trouxe. Com muito esforço conseguiu realizar sonhos, como o de estudar e pode fazer isso com seus dois filhos Sandino e Samira que estão formados. 

 

Em sua fala de agradecimento traz uma mensagem para as mulheres "Boa noite companheiros e companheiras. É uma grande alegria estar aqui participando desse momento, quero agradecer aos familiares que aqui estão presentes, à família ACB que me indicou para esse prêmio, ao SESC por essa oportunidade por essa perspectiva de valorizar as mulheres. Eu gostaria de dizer que o que nós somos e o que nós fazemos não somos sozinhas. A gente é e a gente faz com a família, com os companheiros de jornada e com os movimentos. Daí porque a perspectiva feminista é luta e uma bandeira nossa, atualmente para nós esse momento é muito importante porque nos valoriza, mas também nos dá grandes responsabilidades. Por que nós somos formadoras de novas pessoas, de novos homens e novas mulheres. Então uma perspectiva de uma nova sociedade justa, humanitária e igual sem homens machistas, sem mulheres violentadas, sem mulheres apanhando todos os dias, depende também de nós. De cada uma de nós mulheres que adquirimos esses conhecimentos e que estamos aqui e sabemos que do jeito que está não pode continuar. Então a nossa missão ela fica mais carregada e muito mais exigente da nossa parte, mas para isso é como a Celiane disse “Nós vamos segurar nos braços uma das outras”, vamos estar junto com as nossas famílias. Buscar as lições das nossas referencias que já se foram e estão em outras dimensões. E vamos levar essa luta à frente, porque não dá para viver num mundo desigual, e não é só cada setor e cada gênero lutando do seu lado é todo mundo junto. Então a liberdade, a igualdade das mulheres e dos homens começa na família. Cada um e cada uma de nós, fazendo isso, orientando nossos filhos e nossas filhas, para não serem mais violentadas. Para saberem viver nesta sociedade e também os filhos, netos, irmãos, sobrinhos a não serem homens violentos, machistas, mas que enxerguem a liberdade e a igualdade logo de pequeninhos. Só assim a gente vai construir uma sociedade igual. Mais uma vez agradecer a todos, à família ACB, ao SESC a oportunidade e a todo mundo que está nessa luta com a gente homens e mulheres, todas as instituições parceiras. E dizer a Dona Alda que nós estamos caminhando né, nós não paramos! Obrigado a todos!", diz Maria do Socorro. 

 

A noite também contou com a indicação de outra mulher importante para a ACB, também uma das fundadoras da instituição. Alda Ferreira de Andrade, Tesoureira da ACB, membro da Diretoria Executiva da instiuição. Uma mulher que venceu as barreiras da vida, ajudou a fundar partidos como o PT (Partido dos Trabalhadores) no Crato e em outros municípios do Cariri junto da turma da ACB. Também contribuiu na criação do Fórum Araripense de Combate e Prevenção à Desertificação. 

Foto: Alana Soares (Site Miséria) 

 

Em sua fala agradece ao prêmio e homenageia seu companheiro “Quero iniciar minha fala com a palavra Gratidão. Obrigada a todos e todas que vieram e que estão me prestigiando e prestigiando a as outras companheiras que são da mesma luta e que juntas construímos um processo de organização popular do Crato e no Cariri. Nesse momento quero dedicar a minha homenagem a todas as companheiras mulheres do Crato e do Cariri. Também fazer uma dedicação à minha família que aqui se encontra, a minha sobrinha Tânia, primos e primas, meus filhos Luiz Henrique e Layslene, e também principalmente a todas as pessoas que nos apoiaram. Homens que estiveram conosco lado a lado, aqueles que estavam nas organizações e caminhavam em todas as lutas ocorridas no Cariri. Quero dedicar especialmente esta comenda ao meu companheiro Chico que faleceu há três meses atrás, mas que contribuiu para a minha participação na organização social. Desde que casamos em 86, quando os meninos nasceram e foram crescendo, ele foi parceiro para ajudar. Era ele e eu, no trabalho com os meninos, quando eu viajava ele assumia esse papel. Então nesse momento eu quero reverenciar o meu companheiro e dizer que a sua contribuição no processo da organização das mulheres foi importante, por que ele foi aquele companheiro que não saia, não viajava, mas ficava com os meninos. Fazia comida, lavava prato, lavava roupa, então era o meu companheiro e parceiro de todas as horas. Então a ele em memória eu quero dedicar essa minha premiação. Grande abraço a todos e todas. Dizer que é uma a emoção muito forte. Por que essa premiação do SESC é o nosso Oscar! Obrigada!", conclui Alda. 

 

 

A noite trouxe grandes histórias de vida e superação, seguindo lutas parecidas porem particulares. Outras que destacamos foi Celiane Davi Bispo, a primeira mulher eleita Presidenta do STTR – Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Crato. Em seu relato de vida mostrou o que superação e que não desistiu de sua luta. 

 

 

                                                                                                                                                                                                           Foto: Alana Soares (Site Miséria)

 

A família ACB prestigiou as homenageadas, foi uma noite de muita emoção. 

 

Homenageadas 2018

Alda Ferreira de Andrade: Movimentos Sociais do Cariri

Ana Alencar Pereira: Trabalho Social com Idosos – Sesc Crato

Mª Izabel Lopes Feitosa: Professora – Cadeia Pública do Crato

Francisca Alves de Oliveira: Trabalho Social com Idosos – Sesc Crato

Kenia Quereno de Oliveira Luna Siebra: Empresária do Comércio do Município do Crato – Câmara dos Dirigentes Lojistas

Leide Alencar Jesuíno: Trabalho Social com Idosos – TSI em expansão Centro Pastoral

Lia Limaverde Cabral de Lima: Psicóloga – Idealizadora do Encontro de Cuidadores de Alzheimer do Cariri

Maricélia Meneses de Morais: Instrutora – Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial ( Senac Cariri)

Marileide Pires de Holanda: Secretária Geral – Sindicato dos Empregados do Comércio de Crato

Rosa Oliveira Alves: Trabalho Social com Idosos – TSI em expansão (SCAN)

Maria do Socorro Silva: Coordenadora de Desenvolvimento Metodológico Educacional – ACB Crato

Zuleide Fernandes Quairoz: Frente de Mulheres dos Movimentos do Cariri / Professora da Universidade Regional do Cariri – Urca

Celiane David Bispo: STTR – Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Crato

Maria Evandete Almeida: Coordenadora de Politicas Publicas de Assaré

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em reconhecimento às mulheres que desenvolvem relevantes trabalhos nas comunidades do Crato, o Sesc, braço social do Sistema Fecomércio-CE, realiza a 15ª edição do projeto Mulher de Fibra. A iniciativa acontece na terça-feira (4/12), às 18h30, no Teatro Sesc Adalberto Vamozi.

Please reload

Destaques

Intercâmbio entre instituições proporciona troca de saberes

October 1, 2019

1/10
Please reload

Notícias Recentes

June 7, 2019

December 7, 2018

December 5, 2018

Please reload

Arquivos